Só um minutinho (Ivan Zigg)

O livro narra a conversa entre um porquinho muito esperto e sua mamãe. A cada pedido de sua mãe vêm a expressão: só um minutinho. O porquinho aprendeu a mania de deixar tudo para daqui a pouco, sendo que esse daqui a pouco nunca chega, a hora de acordar, dormir, tomar banho, lanchar – tudo fica para o “só um minutinho”. Mas afinal, há tantas outras coisas legais acontecendo que ele só precisa de um tempinho a mais.

Uma pergunta após a outra é respondida num tom de rima, o qual dá sustentação melódica para a história e promove a curiosidade nas crianças. As ilustrações são muito coloridas e divertidas, possuem detalhes que vão para além da narrativa, levando o imaginário da criança num sentido fantasioso. O livro é indicado para crianças em processo de alfabetização inicial, pois conta com uma linguagem simples e letras grandes.

Pontos de conversa:

1) Procrastinação

2) Noção de tempo (hora, minuto, segundos etc)

3) Estabelecimento de prioridades

4) Vivência familiar

5) Rotina

Sugestões para a leitura dialógica:

1) Na apresentação do livro, pergunte às crianças se elas já escutaram a expressão contida no título do livro – “Só um minutinho”. Pergunte quem as crianças conhecem que utiliza essa expressão e se elas já disseram isso.

2) Quem levanta de uma vez? Quem aqui gostaria de ficar mais um minutinho dormindo? Esse tipo de pergunta pode ser feito durante quase toda a história, bastando mudar a atividade que o porquinho está fazendo conforme a narrativa diz. Mas, cuidado para não exagerar e fazer a mesma estrutura de pergunta em todas as páginas, pois isso pode quebrar o andamento da história. Selecione as que você achar mais interessantes.

3) Por que sempre o porquinho adia o que a mãe pede para ele fazer? Essa intervenção pode ser feita da metade para o final da história.

4) Pergunte-os sobre o quadro “Mona Lisa” de Leonardo da Vinci na ilustração da página 13. Pergunte o que eles acham sobre o quadro e apresente o autor de maneira resumida.

Dicas:

a) Como ocorre uma repetição do jargão “só um minutinho”, pode ser interessante incentivar a participação da criança, fazendo com que ela responda a mesma frase nos momentos em que ela aparece na narrativa.

b) Explore as ilustrações buscando dar ênfase às atividades feitas pelo porquinho, relacionando com o cotidiano das crianças.

c) No início das conversas a primeira letra tem a fonte maior que as outras, pode ser interessante explorar isso com as crianças em processo de alfabetização. Exemplo: Que letra é essa? Essa letra lembra algum objeto? Faça isso de maneira lúdica, sem que haja caráter avaliativo.

d) Pode ser interessante utilizar artefatos como fantoche e pelúcia em formato de porquinho, para tornar a contação mais divertida e chamar a atenção das crianças.

e) Para explorar a noção de tempo pode-se levar algum relógio e mostrar o tempo que leva 1 minuto. Veja se é possível o porquinho terminar de fazer suas atividades nesse tempo.

Destaque
Tags

© 2023 por Amante de Livros. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Facebook B&W
  • Twitter B&W
  • Google+ B&W