© 2023 por Amante de Livros. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Facebook B&W
  • Twitter B&W
  • Google+ B&W
Please reload

Tags
Destaque

A águia que não queria voar (James Aggrey & Wolf Erlbruch)

December 28, 2017

1/10
Please reload

Meu amigo Jim (Kitty Crowther)

29.08.2015

 

 

"Meu amigo Jim” traduz de maneira simples e delicada assuntos como amizade, diversidade e (in) tolerância. Jack é um melro, que vive na floresta, mas um dia decide ampliar seus horizontes e explorar o mundo dos mares. Lá, conhece uma gaivota, o Jim, e os dois começam a conversar. Jim leva Jack para conhecer sua vila, onde só há gaivotas, e Jack fica fascinado com tantas novidades. Porém, as gaivotas da vila não aceitam facilmente o melro e mostram de várias maneiras sua desaprovação e a estranheza frente à amizade dos dois pássaros. Jim se mantém firme e não permite que Jack se deixe intimidar e a amizade vai se fortalecendo à medida que os dois vão descobrindo que suas diferenças culturais possibilitam uma troca de experiências fantástica. A superação do preconceito se dará pela voz de uma criança, num final muito inspirador que coloca a contação de histórias como uma das formas mais bonitas de congregar e de celebrar a diversidade. Destaque para as ilustrações que acompanham o texto com muita beleza, em um mix de páginas inteiras e vinhetas tipo quadrinhos.

 

Pontos de conversa:

1) Amor e amizade;

2) Lealdade;

3) Intolerância e preconceito;

4) Diversidade étnica e cultural;

5) Diversidade sexual e de gênero;

6) Leitura, o prazer de ler e de o poder transformador das histórias;

7) Aves, florestas e prais; biodiversidade

e muito mais!

 

Sugestões para a leitura dialógica:

1) Capa: Quem são esses? Quem você acha que é o Jim? (Peça para a criança descrever o que vê e comente com ela);

2) Explicar as características de um melro (no trecho:”Jack é um melro”);

3) Por que Jack é tão fascinado pela água? (No trecho: “a água desde sempre o fascinou”);

4) De quem são essas patas? (No trecho: “O que é isto?”)

5) Como será o lugar em que Jim mora? (No trecho: Jim convida Jack para conhecer sua casa”) ;

6) Explorar as ilustrações, principalmente as novidades e descobertas e,por outro lado, as expressões das outras gaivotas da vila. (No trecho: Que vila incrível...”;

7) Quando vocês veem alguém diferente pela primeira vez, como reagem? Já se sentiram como um "estranho no ninho"? Como foi?

8) Porque as outras gaivotas não gostam do Jack? Como vocês se sentiriam no lugar dele?

9) Será que os melros receberiam bem o Jim? Como serão as coisas na casa do Jack?

12) Quem é esse? (“Pergunta sobre a gaivota seguindo Jack e Jim na mata, ilustração do trecho: Jack fica contente...”);

11) E vocês? Gostam de ler junto com outras pessoas? Você já leu em voz alta para alguém?(No trecho: “Na minha vila todo mundo lê.”);

12)Comparar a expressão das gaivotas no começo e ao final do livro, indagar o porquê dessa mudança e conversar sobre demais reflexões que a mesma suscitou;

 

Dicas:

a)      Pode ser interessante explorar as características das espécies apresentadas, Melro e Gaivota, trazendo hábitos alimentares, habitat, fotografias, cantos, etc.

b)      Fazer uma mascara de papel, com o buraco para os olhos, um sorriso e uma boca triste de forma a ser um ou outro dependendo da posição que a máscara seja colocada. Assim, mostre a imagem abaixo no ângulo em que a mulher velha aparece com a máscara da expressão triste. Depois mude os lados e mostre a imagem da princesa com a máscara com o sorriso. Explique que quando discriminamos os outros só conseguimos vê-los de um jeito, mas se nós mudássemos a forma de ver as pessoas conseguiríamos ver outros aspectos delas.

Please reload