© 2023 por Amante de Livros. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Facebook B&W
  • Twitter B&W
  • Google+ B&W
Please reload

Tags
Destaque

A águia que não queria voar (James Aggrey & Wolf Erlbruch)

December 28, 2017

1/10
Please reload

Ladrão de galinhas (Béatrice Rodriguez)

04.05.2017

 

Indicado pelo Ministério da Educação em 2014, Ladrão de galinhas é um livro que pode ser encontrado em muitas escolas. 

 

É um livro só de imagens (picture book), sua paleta de cores salta aos olhos (composto por cores vibrantes) e ainda tem um formato diferenciado (seu formato em paisagem valoriza as ilustrações). Por todas essas razões, é um livro que muitas crianças adoram.

 

As ilustrações nos narram uma perseguição, por isso nosso olhar tende a ser direcionado a direita, ao ladrão e sua vítima que estão fugindo. Um dos nossos desafios de mediar essa obra é voltar nosso olhar àqueles que estão para trás e se esforçam para restabelecer ordem ao seu lar. 

 

O trabalho que temos para manter nossa família segura, o trabalho para romper com preconceitos, o esforço que temos que fazer pelas nossas relações e conquistar o que desejamos são alguns pontos de reflexão deste livro de Béatrice. 

 

Pontos de conversa:

1) Família;

2) Relações de amizade e amor;

3) Sequestro e resgate;

4) Esforço, perseverança;

5) Preconceitos e pré-julgamentos;

6) Surpresas e expectativas;

7) Geografia (floresta, serra, praia e mar);

8) Estados afetivos e emoções. 

 

 

Dicas de mediação:

>> Como um bom picture book, este é um livro que convida os leitores a criar sua narrativa sobre a história. De modo geral, as crianças conseguem narrar os eventos com muita facilidade. Um dia uma raposa pega uma galinha que estava no quintal de casa, e seus familiares (um galo, um uso e um coelho) saem ao resgate. Contudo, Béatrice nos deixa algumas dicas e detalhes importantes que aos poucos transformam a narrativa. Esses detalhes por vezes passam despercebidos na primeira leitura e deixam o final ainda mais surpreendente. Por isso, dá possibilidade para conversamos sobre o trabalho e esforço que temos para perceber o mundo para além de nossos preconceitos e expectativas.

Por essa razão, este é um livro que convida a pelo menos duas leituras! <<

 

Primeira leitura - Convide as crianças a narrarem a história para você, incentive elas a detalhar a história, pedindo que elas incluam elementos de cenário, ações específicas e estados emocionais dos personagens. É comum que a hipótese central dessa leitura seja que a raposa caçou a galinha, para fazer ela de jantar. Por isso direcione suas perguntas seguindo essa hipótese.

1) Em um dia ensolarado, o galo canta, o coelho abre as janelas e o urso boceja, as galinhas ciscam e há uma raposa com a língua para fora ali perto. Nessa primeira página (4), ajude as crianças a identificarem as ações de cada personagem e pergunte o que mais elas vêem na imagem. 

2) Alguma coisa acontece na página seguinte (5)! O galo e o urso estão apontando para algo. O que aconteceu? As reações dos personagens são caricatas, o que suas expressões indicam?

3) A perseguição começa juntos três animais vão atrás do ladrão de galinhas e sua vítima (páginas 6 e 7). Por que será que a raposa roubou a galinha? O que ele vai fazer com ela. 

4) A noite caí na floresta (págs. 8 e 9). A direita encontramos o nosso ladrão segurando a galinha, ele parece estar andando com cuidado para não fazer barulho. Por que está andando assim?  A esquerda, o galo empurra o urso e o coelho segura sua mão, o que pode estar acontecendo?

5) A raposa dorme na copa da árvore com sua galinha. Onde estão os demais? Ajude as crianças a encontrar a equipe de resgate na página 10. 

6) Nas páginas seguintes, (págs. 11 e 12) o cenário muda e não estamos mais em uma floresta. O ladrão sobre um morro e os familiares da galinha conseguem vê-los.

     a) Como a raposa e a galinha chegaram na toca? O que estão fazendo? 

     b) Já que o urso não consegue passar pelos túneis, o que eles poderiam fazer?

7) A família dá a volta pela montanha, a escalando (págs. 13 e 14). Na manhã seguinte, a busca segue pela praia. O que eles farão se só houver um barco? (Páginas 15 e 16).

8) Seja pela terra, seja pela água, a família continua implacável em sua busca. O que chama atenção das crianças nas páginas 17 e 18?

9) Ao chegar em terra firme, a família se arrasta pela praia e espia uma janela (págs. 19 e 20). Será que eles chegaram tarde demais? O que será que eles estão vendo?

10) A perseguição/resgate chega ao fim com uma descoberta que surpreende muito na primeira leitura. Pelo visto, não era um sequestro, mas um plano de fuga de um casal enamorado. Chame as crianças para criarem um diálogo entre os personagens ou fazerem uma cena com as informações dessas páginas. Valorize as expressões faciais e reações de cada personagem.

 

Segunda leitura - O que guia a nossa segunda leitura é a seguinte hipótese: a raposa está apaixonada pela galinha, e elas fogem juntas. Convide as crianças a voltarem ao início do livro e descobrirem quais são as dicas que dão a perceber que a raposa e a galinha tem um relacionamento. 

1) Por que será que elas fugiram?

2) Quando a noite cai na floresta, a raposa segura sua amada nos braço enquanto ela dorme. Considerando isso, por que razão ela está andando devagar no chão da floresta? (Páginas 8 e 9).

3) Ajude as crianças a identificar que dicas a autora deixou para nos informar que a galinha não parecia preocupada com seu suposto sequestro. Por exemplo, há algumas páginas em que vemos a galinha alinhada ou abraçando a raposa (páginas 11, 13, 15), em outra cena ela joga xadrez ou parece bem tranquila com seus óculos de escuro. As crianças haviam percebido esses detalhes na primeira leitura? Quais foram as hipóteses delas antes de saber o final? 

 

 

Please reload